Pycnogenol 150mg - Pele protegida do envelhecimento

  • Código: 2639807
Avaliar

A Partir de:
R$ 52,90

ou 6x de R$ 8,82 Sem juros

Calcule o seu frete

Simulador de Frete
- Calcular frete

 

 

Picnogenol (Extrato de Pinus pinaster) é um extrato natural da casca do Pinheiro Marítimo, rico em bioflavonóides (proantocianidinas, catecol e taxifolina), sendo um potente antioxidante, que age contra os radicais livres. O Extrato de Pinus pinaster mostrou ser 50 vezes mais potente que a Vitamina E e 20 vezes mais potente que a Vitamina C na ação anti-radicais livres.

A descoberta do Extrato de Pinus pinaster disponibilizou um novo nutrimento muito eficaz para neutralizar os danos causados pelos radicais livres. Sendo assim, é uma substância que pode atrasar o envelhecimento físico e psíquico do ser humano.

Sua ingestão diária auxilia na prevenção de doenças cardiovasculares (Zibadi, 2007; Nishioka, 2007; Cesarone, 2006), complementa a Vitamina C (Sivonová, 2006), pois reforça seu efeito sobre as membranas e o colágeno dos capilares. (Como 26.02.11). Picnogenol (Pinus pinaster) – potente antioxidante no combate as doenças cardiovasculares e respiratórias.

Atua no sistema cardiovascular reduzindo o colesterol, auxilia no controle da pressão arterial e reduz o risco de infarto e acidente vascular cerebral. Auxilia também o sistema plaquetário dilatando as artérias, possibilitando assim, um fluxo sanguíneo contínuo. Suas prováveis ações no sistema respiratório estão relacionadas a prevenção e auxilio no alívio da rouquidão, da tosse, dos sintomas da gripe e rinite alérgica, isto quando se fizer uso cinco semanas antes da temporada de alergias. (WILSON, 2010.).

Podem também ser resultados do Picnogenol as ações relacionadas a: melhora da cognição, fertilidade, nos sintomas da osteoartrite e no desempenho esportivo.

 

 

- Pycnogenol 150 mg

- Excipiente qsp 1 cápsula

 

 

Possíveis resultados deste produto no organismo:

- Aumento do colágeno e melhora na coesão de elastina (maciez e a elasticidade da pele);

- Age como protetor solar interno e externo;

- Age como anti-inflamatório; podendo reduzir a dor da artrite e de algumas dores de cabeça;

- Age como anti-histamínico; podendo reduzir a reação alérgica (febre, etc);

- Age como reforço dos capilares, as artérias e as veias, podendo ajudar a reduzir as "manchas roxas" e varizes;

- Pode ajudar também a reduzir a retinopatia nos diabéticos;

- Redução dos efeitos do "stress", podendo ajudar a reduzir as úlceras;

- Age na flexibilidade das articulações; 

- Age na memória, podendo aumentar sua vitalidade, favorecendo um maior bem-estar.

 

 

Tomar 1 (uma) cápsula ao dia, via oral.

Venda sob prescrição de profissional habilitado, podendo este ser o nosso Farmacêutico, de acordo com a Resolução 586/2013 do Conselho Federal de Farmácia. Consulte-o!

 

 

 

Válido 6 meses a partir da data de fabricação.

 

 

Não é indicado para pessoas com hipersensibilidade ao Pinus, lactantes, crianças menores de 6 anos, enfermidades neurológicas, entre outras.

 

 

1. Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado.

2. Imagens meramente ilustrativas.

3. Pessoas com hipersensibilidade à substância não devem ingerir o produto.

4. Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.

5. Não use o medicamento com o prazo de validade vencido. Qualquer dúvida entre em contato com a Medicanet.

6. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

7. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.

8. Embora não existam contra indicações relativas a faixas etárias, recomendamos a utilização do produto para pacientes de idade adulta.

9. Siga corretamente o modo de usar. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação médica.

10. O uso do medicamento durante o período de amamentação também não é recomendado.

11. Este medicamento não deve ser utilizado por menores de 18 anos sem orientação médica.

12. "SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO".

 

"Trata-se de descrição do produto e não propaganda. Consulte sempre um especialista".

 

 

AZEVEDO, Herlander. Contribuições ao estudo da interação inérea Pinus Pinaster. 2005

BRASIL. Documentos 66. Embrapa , outubro 2001.

FERREIRA, ALA, Matsubara, LS. Radicais livres: Conceitos, Doenças Relacionadas, Sistema de Defesa e estresse oxidativo. Ver. Assoc. Med. Bras. São Paulo, v. 43, n. 1, março 1997.

RODRIGUES, Joana Salomé Camejo. Contributo para o estudo etnobotânico das plantas medicinais e aromáticas na área protegida da Serra do Aço. Instituto de conservação da natureza, 2002.

SIMOES, Cláudia Maria Oliveira, et al. Farmacognosia. Da planta ao medicamento. Editora da UFSC.  5ªed. Porto Alegre, 2004.

WILSON, Dade et all. A randomized, double-blind, placebo-controlled exploratory study to evaluate the potencial of Pycnogenol for improving allergic rhinitis symptoms. PHYTOTHERAPY RESEARCH, Phytother. Res.(2010). Published online in Wiley InterScience (www.interscience.wiley.com). 2010.resultado, o mau funcionamento circulatório e o sistema imune são melhorados, podendo aumentar a resistência física em até 21%. Em adição, o envelhecimento celular é retardado.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

    E aí, gostou?